15º Prêmio Arquiteto e Urbanista do Ano e Prêmio FNA 2020

A Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA) anuncia os nomes dos vencedores do 15º Prêmio Arquiteto e Urbanista do Ano 2020 e dos vencedores no Prêmio FNA 2020. Os escolhidos serão homenageados no dia 4 de dezembro, durante a programação do 44º Encontro Nacional de Sindicatos de Arquitetos e Urbanistas (ENSA), realizado de forma virtual.

16º Arquiteto e Urbanista do Ano
A arquiteta e urbanista Maria Inês Sugai recebe nesta sexta-feira (4/12) o prêmio Arquiteto e Urbanista do Ano, concedido anualmente pela Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA) a profissionais que se destacam por sua atuação voltada ao desenvolvimento da profissão e das cidades brasileiras. Graduada, mestre e doutora pela FAU-USP e com especializações em Desenvolvimento Urbano e Regional e em Utilização e Conservação em Recursos Naturais pela UFSC, a professora teve sua indicação defendida pelo Sindicato dos Arquitetos e Urbanistas de Santa Catarina (SASC). Atualmente, Maria Inês Sugai é professora da graduação e pós-graduação da UFSC, autora de artigos e livros, entre eles o “Espaço e Desigualdade”. Também foi membro do Conselho de Cidades do Estado de Santa Catarina. A entrega do Prêmio Arquiteto e Urbanista do Ano será realizada por meio de transmissão virtual realizada pelo canal de YouTube da FNA por meio do link https://www.youtube.com/watch?v=fiVL7DR52rA.

A ação integra o 44º Encontro Nacional de Sindicatos de Arquitetos e Urbanistas (ENSA).O Prêmio Arquiteto e Urbanista do Ano recebe indicações dos sindicatos filiados à FNA e de entidades do setor. A definição é tomada pelo Conselho Consultivo, formado pela atual presidente e pelos ex-presidentes da federação. De acordo com a arquiteta e urbanista Valeska Peres Pinto, ex-presidente da FNA e coordenadora do 15º Prêmio Arquiteto e Urbanista do Ano, a escolha dos laureados se baseia na relevância do trabalho sob o ponto de vista político, social, científico e tecnológico. Além do caráter da distinção de profissionais, a premiação fortalece a importância de se trabalhar cada vez mais pelo acesso da sociedade à arquitetura e urbanismo, em particular face aos desafios colocados pela pandemia para a população brasileira.

Prêmio FNA 2020
Instituído para reconhecer iniciativas que dialoguem em favor da Arquitetura e do Urbanismo no Brasil, o Prêmio FNA 2020 contempla três iniciativas este ano: o Coletivo Salve Natal (RN), o movimento  Paraná contra a Covid 19 (PR) e o projeto  Gentileza Urbana (SP). Escolhidos dentro de um universo de indicações vindas dos sindicatos filiados à Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA) e entidades de classe, os laureados foram os mais votados pelo Conselho Consultivo que reuniu-se para apreciação no dia 14 de outubro. O colegiado contou com a presidente da FNA, Eleonora Mascia, e com os ex-presidentes Newton Burmeister, Valeska Peres Pinto, Eduardo Bimbi, Ângelo Arruda, Jeferson Salazar e Cícero Alvarez. “Em sua 3ª edição, essa distinção é uma forma de agradecer a pessoas, organizações, iniciativas, eventos e obras, de profissionais de diferentes áreas de atuação que colaboraram para as lutas da categoria. Uma unidade cada vez mais necessária em momentos de dificuldades como nesta pandemia da Covid-19”, ponderou Valeska Peres Pinto.

Em função da pandemia, a entrega oficial das premiações ocorrerá dentro da programação virtual do 44º Encontro Nacional de Sindicatos de Arquitetos e Urbanistas (ENSA) no dia 4 de dezembro (sexta-feira).

Saiba mais sobre os premiados:

Coletivo Salve Natal (RN)
Coletivo formado de profissionais  de diferentes áreas – cientistas, educadores, arquitetos e urbanistas, ambientalistas – que atuam principalmente nas redes sociais, estimulado o debate e o protesto com relação à tramitação do Plano Diretor da Cidade de Natal. O coletivo foi indicado pelo Sindicato dos Arquitetos e Urbanistas do Rio Grande do Norte  (Sinarq/RN).

Programa Paraná contra Covid 19 (PR)
Iniciativa de arquitetos e outros profissionais para promover estudos destinados a alertar para locais e populações em situação de vulnerabilidade em tempos de pandemia. O grupo estuda os impactos da pandemia nos diversos segmentos sociais e aponta a omissão das políticas públicas e seus reflexos sobre a vida das pessoas. A indicação foi feita pelo Sindicato de Arquitetos e Urbanistas do Paraná (Sindarq/PR).

Gentileza Urbana na Subprefeitura da Sé (SP)
Programa destinado à implantação de pequenas intervenções e introdução de áreas verdes, jardins de chuva, vagas verdes, bosques, biovaletas, escadarias verdes e praças, entre outras soluções da natureza para suavizar a aridez do centro da cidade. A indicação foi feita pela Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas (ABAP).

 

 

Habilidades

Postado em

14 de outubro de 2021