Notícias

Brasília receberá Reunião Ampliada em 2018 Data: 06/12/2017 Fonte: Imprensa FNA

Escolha foi feita no domingo (3), durante o ENSA (Foto: Jézica Bruno)

A capital federal receberá a Reunião Ampliada da Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA) de 2018. Programado para abril, o encontro integrará a diretoria da entidade e seus conselheiros para debater projetos e rumos. A decisão foi tomada na tarde deste domingo (3/12) durante o 41º ENSA. A campanha de Brasília foi defendida pelo Sindicato dos Arquitetos do Distrito Federal, que tem nova diretoria eleita.

Durante a reunião de deliberações, que marcou o encerramento do 41º ENSA, os sindicatos de arquitetos e urbanistas ainda encaminharam alguns projetos como a criação de grupos de trabalho para debater uma proposta de reformulação do regimento eleitoral do CAU e para revisar a estrutura da FNA e sindicatos filiados. O colegiado ainda deliberou pela criação de equipe para discutir os rumos da educação à distância e incluiu na pauta de lutas da Federação pedido de enquadramento dos arquitetos e urbanistas como Microempreendedor Individual (MEI).

A plenária também resultou em agenda para um Encontro Regional dos Sindicatos da região Sudeste que servirá para articular as eleições das diretorias em MG, ES e RJ. Foi acolhida ainda a criação de um prêmio, que será concedido a entidades e pessoas que trabalham em prol da Arquitetura e Urbanismo.

 

ENSA ocorreu em Belo Horizonte (MG) – (Foto: Carolina Jardine)

 

Campanha

Os sindicatos ainda decidiram avaliar a execução de uma campanha publicitária para promover o papel dos sindicatos junto à opinião pública. Segundo a presidente do Sindicato dos Arquitetos no Estado do Rio Grande do Sul (Saergs), Maria Teresa Souza, que sugeriu a deliberação, a ideia é trabalhar com uma ação de esclarecimento do papel dos sindicatos. “O tempo é curto, mas precisamos discutir isso. Temos que nos mobilizar, porque quando a gente se mobiliza conseguimos reação”, pontuou. A posição ganhou eco na fala do 2º vice-presidente da FNA, Edinardo Lucas. “O momento exige ações audaciosas. Vamos ter que trabalhar mais rápido e se aproximar das bases”.

Afiliados